Agravantes para os sintomas do TDAH

O TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) não tem cura, mas é possível amenizar os sintomas identificando situações que costumam agravar o problema. Essas situações geralmente incluem: alimentação, problemas de sono, estresse, ambientes com excesso de estímulos e a tecnologia. Identificando as situações que podem ser agravantes para do TDAH, é possível fazer mudanças no estilo de vida da criança, que ajudariam a ter maior controle dos sintomas.

ALIMENTOS

Alguns alimentos costumam agravar os sintomas do TDAH, principalmente relacionados a hiperatividade. Os mais comuns são os carregados em açúcar e gordura. Alimentos estimulantes, como o chocolate, o café e os corantes artificiais são especialmente prejudiciais para quem tem grau acentuado de hiperatividade.

PROBLEMAS DE SONO

A falta de sono costuma ser um dos maiores agravantes do TDAH, pois gera uma lentidão mental, que pode aumentar a desatenção. O sono inadequado também pode reduzir o desempenho, a concentração, o tempo de reação e a compreensão. A criança que dorme pouco também tende a aumentar a hiperatividade, para compensar a sensação de sono.

ESTRESSE

O estresse não gerenciado também pode agravar os sintomas de TDAH, pois aumenta a hiperatividade e dificulta a concentração. E ele é geralmente resultado da procrastinação, da ansiedade, da dificuldade em concluir atividades ou cumprir prazos. Se este for o caso, é importante encontrar formas de gerir o estresse, como fazer pausas entre as tarefas, praticar atividades físicas, fazer relaxamento, etc.

EXCESSO DE ESTÍMULO

Locais movimentados, como restaurantes, shoppings e parques de diversão costumam ser superestimulantes. Evitar locais como estes ou frequentá-los em horários de menor movimento pode diminuir a agitação e a ansiedade.

TECNOLOGIA

A estimulação eletrônica através de computadores, celulares, televisão e jogos (video game) podem agravar consideravelmente os sintomas do TDAH, principalmente nas crianças. É muito importante limitar o uso destas tecnologias, definindo regras claras quanto ao tempo de utilização.

Para descobrir quais destas situações são agravantes em cada criança, é necessário observação. Apenas vivenciando e experimentando é que podemos identificar quais são as situações-gatilho para os sintomas do TDAH e em que proporção elas afetam cada criança.

Por Amanda Puly

Artigos Relacionados

Responder