6 maneiras de apoiar mães e pais após um diagnóstico

Receber um diagnóstico para um filho não é nada fácil. Desde que comecei a escrever este site conheci muitas mães, nas mais diferentes situações. Mas, sem dúvida, a parte mais difícil é o início, a descoberta de que há algo errado com seu filho. O início de uma jornada desconhecida, onde não sabemos ao certo como agir ou a quem recorrer.

Aqui vão 6 maneiras de oferecer apoio aos pais que receberam um diagnóstico recentemente para seu filho:

  1. Um simples abraço conforta muito. Às vezes, ser aquele ombro no qual os pais podem buscar consolo pode ser a melhor ajuda.
  2. Mostre-se presente para quando for preciso. É um grande alívio saber que existem amigos com os quais se pode contar em qualquer circunstância. Amigos dão força e ajudam a aliviar o peso da carga inicial.
  3. Não mande todos os artigos que encontrar sobre o assunto. Pais que recebem um diagnóstico passam dias atrás de profissionais, buscando em livros e navegando no Google, atrás de informações. Mas lotar suas caixas de e-mails com todas as publicações que encontrar, mais atrapalha do que ajuda.
  4. Seja compreensivo. Não deixe de convidar para os aniversários e outros eventos que sempre foram de costume. Mas seja compreensivo se eles se fizerem ausentes na maioria deles. Tente não julgar.
  5.  Não dê palpite, mas ofereça-se para ajudar de alguma forma. Ofereça uma carona, um almoço, uma ajuda no trabalho… Pense que não só a cabeça destes pais fica ocupada, mas o tempo também torna-se curtíssimo. Toda ajuda é bem vinda!
  6. Não tenha medo de falar sobre a criança. Pode ser até que os pais queiram mesmo conversar com alguém! Contar sobre as descobertas, as evoluções, o desenvolvimento…

Não se esqueça de que a criança continua sendo a mesma de antes. E a amizade também! Continue tratando a criança com carinho e saiba que a sua presença continua sendo muito importante na vida desses pais, mesmo que a frequência com que se falam diminua!

Por Amanda Puly

Artigos Relacionados

Responder