Autismo: 10 formas de melhorar o aprendizado

As possibilidades de desenvolvimento e aprendizagem são diferentes em cada criança com autismo. É importante saber que as crianças normalmente aprendem espontaneamente por meio da observação e experimentação, o que não ocorre quando estão no espectro autista.

Existem algumas formas de otimizar esse aprendizado, que são úteis tanto para pais quanto para professores:

  1. Autistas são pensadores visuais. Tente sempre associar o que está ensinando a imagens ou ao que é concreto.
  2. Seja objetivo quando falar. Evite discursos longos.
  3. Sempre que possível, nas brincadeiras ou no dia a dia, tente incluir pequenos ensinamentos, como esperar a vez, noções de matemática (pares, conjuntos…), treino de coordenação motora, etc.
  4. Incentive habilidades e talentos. Ajude-os a desenvolvê-los.
  5. Use o interesse restrito para se aproximar da criança ou para despertar o interesse em assuntos que ela não goste.
  6. Procure sempre associar os conteúdos à prática, ao concreto. Lembre-se do pensamento visual!
  7. Cuidado com estímulos em excesso quando precisar da sua atenção. Sons misturados, televisão, pessoas circulando, poluição visual… tudo isso pode comprometer o aprendizado.
  8. Use música, rimas e repetições.
  9. Aplique o que foi ensinado em lugares diferentes, para que a criança não associe sempre aos mesmo lugar. Um exemplo é o uso do banheiro, pratique em locais diferentes.
  10. Quando ensinar algo que tenha etapas (como tomar banho, por exemplo), mostre visualmente antes, monte uma sequencia com figuras e ajude a criança a executar nas vezes seguintes até que consiga sozinha.

Precisamos sempre estar atentos que a criança com autismo tem sua comunicação, interação social e imaginação comprometidos. E esses comprometimentos afetam também seu aprendizado. Mas é importante descobrir formas que ajudem-a a aprender e descobrir o mundo e a si mesma.

Por Amanda Puly

Artigos Relacionados

Responder