Qual a relação entre autismo e TDAH?

O autismo e o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) são distúrbios neurocomportamentais, geralmente de origem genética.

Existem pessoas com autismo, existem pessoas com TDAH e existem ainda casos dos dois diagnósticos associados.

O problema é quando os sintomas desses dois transtornos se confundem. Em alguns casos, as características de um podem levar ao diagnóstico equivocado de outro, caso os sintomas não sejam bem observados.

Os sintomas de TDAH incluem (saiba mais neste link):

  • impulsividade;
  • alterações na atenção;
  • dificuldades na concentração;
  • agitação;
  • fala excessiva;
  • dificuldades em concluir tarefas;
  • desorganização;
  • dentre outras.

Os sintomas do autismo incluem:

  • intensa capacidade de concentração;
  • isolamento ou falta de interesse social;
  • baixa tolerância a frustrações;
  • comportamentos repetitivos;
  • rigidez no pensamento;
  • falta de contato visual;
  • falta de empatia;
  • prejuízos na comunicação;
  • dentre outros.

Ambos têm prevalência no sexo masculino e algumas características que podem se confundir. Porém, somente o autismo possui a característica do prejuízo social, a falta de interesse na interação. É o único transtorno com esse sintoma!

No TDAH, temos presentes a hiperatividade e a impulsividade, que podem ocultar sintomas do autismo e retardar seu diagnóstico. Além delas, temos o hiperfoco (comum no TDAH) que pode se confundir com o interesse restrito (comum no autismo).

Tendo em vista essas diferenças e semelhanças, mesmo quando a criança já tiver recebido o diagnóstico, os pais devem continuar observando seus sintomas e sua evolução. O acompanhamento médico também é fundamental. Qualquer suspeita deve ser investigada com cautela, pois entender as características de cada transtorno é fundamental para desenvolver o tratamento adequado de cada um.

Por Amanda Puly

Artigos Relacionados

Responder