Gravidez na adolescência

Há dez anos atrás, minha vida mudou completamente. Eu me tornei mãe. Não só isso, eu tinha 18 anos, ainda estava na faculdade e minhas amigas não entendiam nada sobre “ter filhos”. Enquanto todos à minha volta formavam sua carreira profissional, desenhavam seus planos e sonhos, eu trocava fraldas e tentava descobrir como fazer para que as cólicas do bebê parassem.

Ser mãe, esposa e adulta implica em aprender a lidar com os problemas de forma responsável e com sabedoria. A partir daí, a vida nunca fica mais fácil, ela impõe novos desafios a cada dia.

Um dos maiores problemas que as adolescentes enfrentam é a rejeição familiar. Ainda é muito comum pais abandonarem suas filhas nessa fase tão difícil, na qual o que elas mais precisam é do apoio de todos. Eu tive total apoio familiar e isso foi fundamental para que eu pudesse concluir minha faculdade e seguir a gestação com mais tranquilidade.

Junto com as transformações da gravidez vieram as da adolescência. Eu tinha muitas dúvidas e muito medo também. O que iria acontecer? Como seria o parto? Como eu poderia cuidar de uma criança? Busquei algumas respostas na internet, mas é importante ter com quem conversar, poder se abrir.

Aqui deixo algumas dicas para adolescentes que descobriram sua gestação e também para seus familiares:

  • Mude sua alimentação, para que você se sinta bem e seu bebê cresça saudável;
  • Cuide do seu corpo e da sua mente, se preparando para a chegada do bebê;
  • Encontre um bom obstetra, com quem se sinta confortável para tirar todas as dúvidas;
  • Comece a fazer o pré-natal o quanto antes. É a melhor forma de entender as transformações no seu corpo e o desenvolvimento no bebê. Além disso, é também a melhor maneira de prevenir doenças e tirar as dúvidas que surgem durante a gestação;
  • Prepare-se para o parto, conhecendo os tipos e os procedimento, avaliando as possibilidades e o qual a melhor opção para você;
  • Planeje como será sua vida após a chegada do bebê, se você voltará a estudar, se irá trabalhar, quem irá ajudá-la com a criança.

A gestação é o período que a adolescente terá para amadurecer e estar mais preparada para receber um bebê. Quanto mais apoio e informações ela tiver, mas qualidade de vida e tranquilidade terá com as mudanças que estarão por vir.

Por Amanda Puly

Artigos Relacionados

Quando os filhos voam…

Quando os filhos voam…

Eu queria ter uma máquina do tempo para voltar na época em que meu primeiro filho era pequeno. Na verdade não sei explicar como ele pôde crescer tão rápido… Mas queria poder desfrutar de suas mãozinhas gordinhas novamente, vê-lo amar tomar...

Responder