Recebi um aluno com autismo. E agora?

Em primeiro lugar, é normal não conhecer sobre o assunto. Lembre-se que até os pais foram pegos de surpresa e tiveram que se adaptar. O que você vai precisar é de informação e paciência. Saiba que a sua dedicação e seu amor à profissão serão fundamentais para o desenvolvimento dessa criança.

aluno com autismoAqui vão algumas estratégias que podem ser adotadas pelos professores para que essa criança tenha um melhor aproveitamento escolar:

  • Entenda que, apesar das pessoas com autismo terem características em comum, cada uma é única e diferente, possuindo dificuldades e habilidades específicas.
  • A rotina é muito importante. Muito importante MESMO. Então defina a rotina que será seguida no dia a dia e fixe-a em um local visível da sala de aula. Se a criança ainda não souber ler, use fotos ou figuras que representem cada atividade. Mas é muito importante que ela saiba a sequência das atividades, quando começa e quando termina.
  • Sempre que houver alguma mudança na rotina, avise o quanto antes. Por exemplo: “Hoje não iremos ao parquinho porque está chovendo”. Imediatamente troque a figura que representa essa atividade no painel da rotina pela que será executada neste horário. Quando houver alguma festividade na escola ou outro evento que fuja do cotidiano, prepare a criança com antecedência. Use um calendário, marque os dias que estão se passando até a chegada deste evento.
  • Cuidado com promessas! Se disser que após a atividade eles irão ao parquinho, por exemplo, cumpra!
  • A criança nunca deve ser forçada a fazer uma atividade. Mas ela precisa ser sempre convidada. Precisa compreender que ela será muitas vezes solicitada.
  • Tenha o cuidado de chamar seu nome antes de dar alguma ordem, para ter certeza de que ela está atenta.
  • Mesmo as crianças que não falam, ou que gostam de brincar sozinhas, ou ainda aquelas que parecem estar alheias, estão sempre atentas a tudo que passa a sua volta. Não se engane, elas estão absorvendo tudo que é dito.
  • Se ela pratica alguma estereotipia, peço que leia esse artigo sobre o assunto (Autismo: Vamos falar das estereotipias?). Escrever no ar, balançar os dedos, fazer sons… são vários os tipos. É muito importante conhecer para não tirar conclusões precipitadas. Algumas crianças estão muito mais atentas durante essa prática. Mas é preciso conhecer!
  • Use menos o ‘não’ e mais o que a criança deve efetivamente fazer. Por exemplo, ao invés de dizer “não fique de pé“, prefira “sente na cadeira“. A ordem é exatamente a mesma, mas o não abre um leque de possibilidades.
  • A maioria dos autistas tem sensibilidade alterada. Isso quer dizer que podem ficar muito incomodados com barulhos, bagunça, poluição visual, cheiros, sensações. Dependendo do quando estão afetados, podem desencadear uma crise nervosa.
  • Crise nervosa não é birra. Fique atento se a criança aparenta estar muito perturbada em alguma situação. Caso ela tenha uma crise de choro, tire-a do ambiente onde está para um lugar mais calmo, silencio, escuro, com menos estímulos, até que se acalme. (Para saber mais sobre as crises, clique aqui)
  • Atenção ao bullying! Outras crianças podem achar diferente o modo da criança autista falar, se movimentar, fazer estereotipias, ser repetitivo… é muito importante estar atento para que não se torne alvo de piadas e discriminações.
  • Converse com a família. Ela pode ter informações preciosas sobre como agir em determinadas situações. Outra parceria de grande ajuda pode ser feita com os profissionais que fazem o acompanhamento da criança (psicólogo, terapeuta, etc).

É claro que a efetiva inclusão escolar não depende apenas do professor. Para ser inclusão de verdade ainda seriam necessárias muitas mudanças na escola como um todo, com formação para os professores, salas com número reduzido, materiais adaptados, estrutura diferenciada. Infelizmente estamos longe de alcançar. Mas algumas atitudes simples podem representar muito para que essa criança tenha um melhor aproveitamento escolar e social.

Por Amanda Puly

Artigos Relacionados

Responder