A quem me ensinou o que é ser mãe

Fonte: arquivo pessoal

Hoje eu sei que não foi fácil pra você!

Ah mãe! Agora eu entendo toda a sua luta! Suas lágrimas e sorrisos.

Às vezes (muitas vezes) me pego agindo ou falando exatamente como você fazia comigo.

Te vejo em mim… E gosto disso. Acho engraçado. Rio sozinha.

Quantas e quantas vezes eu me pergunto “Como ela dava conta?”… E te admiro ainda mais.

E olha que você não tinha o Google pra te socorrer, né?

Bom mãezinha, eu só quero então te agradecer…

Obrigada por me desejar (ou me aceitar). Por me receber com tanto carinho.

Obrigada por toda a sua preocupação comigo. Pelas noites mal dormidas, pelas refeições que mal conseguiu fazer.

Obrigada pelas economias que precisou fazer. Pelas vezes que brigou por mim, pela vezes que chorou por mim.

Obrigada por cantar para mim, por me mandar estudar, por todos os seus ensinamentos.

Obrigada pelas broncas, pelos beijos e abraços, por segurar a minha mão.

Obrigada por não desistir de mim, por me amar, por ser a minha MÃE!

Artigos Relacionados

Responder