Sobre ser mãe… e ser mãe de novo.

 

Era uma vez uma mulher que tinha o desejo de ser mãe.

E o desejo foi realizado.

E ela pensou: “Não existe amor maior, nem igual”. Sentiu que agora seu coração batia fora do peito.

E ela também pensou: “Não existe trabalho maior,  nem igual”. E pensou que seu sono era pouco demais (e era mesmo). E que seu dia era curto demais (e realmente parecia ser). E que havia coisas demais para fazer (e havia muitas coisas).

O tempo passou… E a mulher que havia se tornado mãe achou que estava na hora daquela criança gerada por ela ter uma companhia para seus dias (e talvez estivesse mesmo). E também achou que queria ser mãe novamente (e queria mesmo). E achou que daria conta de tudo (e daria conta do essencial quase sempre… mas nunca mais de tudo).

E mais uma vez seu desejo foi realizado.

 

E ela constatou então que havia sim, trabalho maior. E que agora sim, seu dia era curto demais, seu sono era pouco demais e havia coisas demais para fazer.

E ela então entendeu que aquele amor podia sim, se multiplicar.

E mais uma vez sentiu que seu coração batia fora do peito… Pra sempre!

Por Paula Puly

Artigos Relacionados

2 Comentários

  • Posted 2 de Fevruary de 2016

    Anabel

    No meu caso a vontade foi mais rápida e a Ana veio 40 dias depois que o Enzo fez 2 anos!! E é tudo de bom em dose dupla!!

    • Posted 2 de Fevruary de 2016
      Paula Puly

      Paula Puly

      Que legal, Anabel! Eles são tudo de bom em nossa vida, né? Parabéns pelas crianças! Beijos

Responder