Quando nasce o segundo filho

Por Amanda Puly

Ao sair da maternidade com o primeiro filho, somos pais em constante adaptação e aprendizado. Tudo é novo e diferente. Ficamos sobrecarregados de tantas dicas e conselhos, cheios de dúvidas, confiando na intuição e aprendendo com os erros.

2015-09-24_18.25.53Mas aí vem o segundo… Não que a prática leve à perfeição, mas é muito mais fácil. Já sabemos o que é necessário comprar e o que é supérfluo, aprendemos a ignorar palpites furados, estamos mais seguros. Sabe aquela lista de coisas que você diz “teria feito diferente”? Taí a oportunidade! Repetir os acertos e fazer de outra forma o que não deu tão certo.

Quando meu segundo filho nasceu, o mais velho tinha 5 anos. Vivenciamos a fase dos ciúmes, e descobrimos que ela é passageira. A cada dia que passa o amor e carinho entre irmãos cresce mais.

Constatações:

  • O primeiro filho nos faz pensar que jamais amaremos tanto outra criatura. Mas quando chega o segundo, o amor multiplica.
  • Você achava que sua casa ficava bagunçada com uma criança? Acrescentar um bebê a fará perder as esperanças de vê-la em ordem novamente.
  • Se você fazia 10 coisas ao mesmo tempo, vai se surpreender com a capacidade de fazer 11, só que com um bebê em um dos braços.
  • Sabe a rotina de acordar, comer, dormir, etc. que você finalmente conseguiu organizar? Foi-se pelo ralo!

Sensação de que a vida nunca mais voltará aos eixos? Passa. E passa rápido! Logo a rotina se acerta, as crianças vão crescendo… E aí vem a pergunta: será que é hora de pensar no terceiro?

Artigos Relacionados

Responder