Preciso de mais tempo com meus filhos!

Por Amanda Puly

Já faz algum tempo que, aqui em casa, o tempo está valendo mais do que dinheiro. Como é difícil administrar a vida profissional, com a família, a casa e outros tantos compromissos agendados! Estudar então, foi parar lá no finalzinho da fila…

Conversando com outras mães, vejo que essa não é uma dificuldade só minha, quase todas enfrentam o mesmo problema. E quanto mais eles crescem, menos conseguimos estar presentes em suas vidas.

Que quantidade não é sinônimo de qualidade, isso nós já sabemos. Não adianta estar o dia inteiro por perto, se não há interação, se você não sabe ao certo o que está se passando na vida do seu filho. Dedicar diariamente um período curto, onde se consiga passar valores e aprendizados para a vida é muito mais proveitoso.

Aqui vão algumas dicas de como aumentar a qualidade do pouco tempo que ainda conseguimos estar com nossos filhos:

family-cooking-kitchen-130424>> Aproveite a ida e a volta da escola para conversar. Desligue o rádio e converse com seu filho. Como foi o dia dele, conte também algo do seu. Já que não tem como fugir do trânsito mesmo, o jeito é aproveitar de alguma forma e não desperdiçar este tempinho.

>> Nem sempre conseguimos reunir a família nas refeições (quase nunca). Mas é um outro bom momento para conversar e descontrair. Seja no almoço ou no jantar, com quem estiver presente.

>> Meu trabalho não tem hora, trabalho muito nos finais de semana e às vezes nos feriados também. Mas reservo um horário na agenda (pode ser um sábado a tarde ou um domingo inteiro) para fazer algum programa com meus filhos. Para quem tem mais de um filho, é importante também fazer uma atividade exclusiva com cada um.

>> Incluir na rotina o acompanhamento das atividades escolares da criança. Conferir a lição de casa, auxiliar nos estudos, acompanhar o desempenho (onde ele tem facilidade e onde tem dificuldade), participar das reuniões pedagógicas, etc.

>> Já que não dá pra fugir das atividades de casa, o jeito é incluir as crianças nessa rotina. Enquanto eu lavo a cozinha, meu filho mais velho me ajuda passando o rodo. Ou quando vou estender a roupa, coloco o pequeno para ajudar também.

>> A hora de cozinhar pode ser muito prazerosa. Gosto que meus filhos participem de algumas coisinhas, assim eles podem ir provando os alimentos e também aprendendo como a comida se transforma.

>> Por último, a hora de dormir. Acho que é o momento do dia em que estamos todos mais tranquilos. Assistir um programa de tv, ler um livro, fazer juntos uma oração.

Fazemos o possível para que nossos filhos tenham tudo de melhor, então não se sinta culpado(a) se achar que está passando pouco tempo com eles. Eles saberão que você está presente quando sentirem seu carinho e sua dedicação nas rotinas do dia a dia.

Artigos Relacionados

Quando os filhos voam…

Quando os filhos voam…

Eu queria ter uma máquina do tempo para voltar na época em que meu primeiro filho era pequeno. Na verdade não sei explicar como ele pôde crescer tão rápido… Mas queria poder desfrutar de suas mãozinhas gordinhas novamente, vê-lo amar tomar...

Responder